Skip to content

Entrada / Notícias
Notícias

Acompanhe aqui todas as novidades da nossa companhia. Assine o nosso RSS Feed para receber todas as actualizações.

Contacto estreia "Blackout"

Sábado, 27 Novembro 2010 17:51

A Contacto estreia a 27 de Novembro, no âmbito do encerramento do XVII Festival de Teatro de Ovar, a sua 45ª produção teatral intitulada "Blackout". Tratam-se de duas peças distintas (originais de Manuel Ramos Costa) que convergem para um ponto temático traduzido por uma "falta de", como por exemplo falta, de luz, falta de esperença, falta de valores ou falta de melhores perspectivas.
As portas do Auditório Manuel Ramos Costa (Casa da Contacto) abrem-se às 21H45 de Sábado para que se faça luz sobre esta estreia absoluta com encenação do mesmo e cenografia de João Santos.
A Contacto orgulha-se de mais um êxito que foi (está a ser) esta edição do Festovar e acredita que o fecho será coroado de um enorme sucesso com esta nova produção teatral que junta no seu elenco actores que há um tempo não representavam e novos valores que despontam...
O espectáculo será reposto no Sábado seguinte (dia 4 de Dezembro) à mesma hora e no mesmo local.

Decorreu no passado dia 5 de Março a cerimónia de encerramento da primeira edição do Concurso Nacional de Teatro (ex Festival Nacional de Teatro de Amadores) promovido pela Federação Portuguesa de Teatro e pelo Munícipio da Póvoa de Lanhoso. De 4 de Fevereiro a 4 de Março, foram 9 os espectáculos selecionados para esta fase final, oriundos de Póvoa de Lanhoso, Tondela, Guimarâes, Amadora, Campo Maior, Gaia, Abrantes, Viseu e Ovar.
 
A Contacto, com a peça "Armadilha para um homem só" recolheu nomeações para as categorias de desenho de luz, cenografia, guarda roupa, melhor actor masculino e melhor encenação tendo conseguido obter o prémio de melhor interpretação masculina, para o actor Bruno Biscaia.
 
Mais uma vez a qualidade das produções da Contacto se evidenciou através da obtenção de mais um troféu nacional e de outras quatro nomeações as quais dão conta do trabalho sério e empenhado de toda esta equipa de trabalho.

Festinfância 2011

Quarta, 27 Abril 2011 19:55

A 3ª edição da Festinfância – Festa do Teatro para a Infância está à porta, de 24 de Maio a 19 de Junho o Concelho de Ovar vai estar em festa. Vão ser apresentados 8 diferentes espectáculos de teatro para a infância, sendo que 5 deles são estreias, num total de 35 representações espalhadas por 7 freguesias do concelho de Ovar: Arada, Cortegaça, Esmoriz, Maceda, Ovar, S. Vicente de Pereira e Válega.

Ao longo de 4 semanas as crianças das escolas básicas e infantários do concelho de Ovar vão poder assistir às diferentes propostas que a Contacto e o Rodapé vão apresentar.

Esta 3ª edição da Festinfância só é possível graças ao apoio do Município de Ovar e às parcerias estabelecidas com as Juntas de Freguesia atrás mencionadas bem como os respectivos Agrupamentos de Escolas.

A Contacto orgulha-se e congratula-se pela abrangência cada vez maior desta iniciativa bem como pelo interesse que a mesma tem vindo a suscitar junto das entidades escolares e juntas de freguesia concelhias.

Os espectáculos realizados nos dias úteis serão destinados apenas e exclusivamente aos alunos das escolas concelhias sendo realizados em espaços situados nas próprias freguesias e cedidos com o apoio das Juntas de Freguesia locais, com excepção dos espectáculos destinados às escolas da freguesia de Ovar que se realizam na Casa da Contacto; e os espectáculos realizados aos fins de semana são abertos ao público em geral, mediante reserva de lugar e realizam-se na Casa da Contacto.

A Contacto irá estrear no dia 19 de Junho, no Centro de Artes de Ovar, a sua 46ª produção teatral, intitulada “A Loja dos Brinquedos” da autoria de Marcelino Costa, com encenação de Manuel Ramos Costa, culminando, assim, quatro semanas inteiras dedicadas à infância e juventude.

Pode consultar o programa e a sinopse dos espectáculos clicando em cima das respectivas palavras sublinhadas ou então consultando na agenda de actividades no respectivo dia.

Dia Nacional do Teatro de Amadores 2011

Terça, 22 Março 2011 12:06

Para o teatro amador, como para o amador de teatro, todos os dias são o seu dia. Quando se ama, não se ama com data marcada nem por intermitências.O amor é uma dádiva, não é um empréstimo. Não há calendário nem agenda para ele.Um tempo houve, neste país, em que o teatro não existiria fora das duas maiores cidades se não fossem os amadores da arte dramática. Foram eles que acenderam e mantiveram acesos pequenos focos luminosos, dispersos de norte a sul, que lhe assinalavam a presença. E fizeram-no assumindo riscos e enfrentando dificuldades de toda a ordem, desde a escassez dos meios aos rigores da censura.Restituída a liberdade ao povo português, a presença do teatro amador pôde intensificar-se no tecido nacional, e a força da sua intervenção desenvolver-se, ainda que haja outros obstáculos a vencer. Não para competir ou confrontar-se com o teatro profissional, o que não teria sentido, mas para continuar e levar mais longe, noutro plano, a função cultural que a ambos cabe e nem sempre este último se lembra de cumprir.E chamar-lhe a atenção, também. Chamá-lo à ordem, quando for caso disso - apeteceu-me escrever. E afinal deixei escrito...Muitas vezes disse que devo ao teatro amador algumas das mais puras emoções da minha incerta, descontínua e acidentada carreira de autor dramático.Volto a dizê-lo em mais este Dia do Teatro Amador.Dia longo, porque vai durar até ao dia 21 de Março do próximo ano.E, certamente, de todos os que vão seguir-se-lhe.

Luiz Francisco Rebello, Dramaturgo

<< Início < Anterior 21 22 23 24 25 26 27 28 Seguinte > Final >>
Pág. 27 de 28

Calendário Actividades

<< Junho 2019 >> 
 Se  Te  Qu  Qu  Se  Sá  Do 
       1  2
  3  4  5  6  7  8  9
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Topo
Please update your Flash Player to view content.