Skip to content

Entrada / Notícias
Notícias

Acompanhe aqui todas as novidades da nossa companhia. Assine o nosso RSS Feed para receber todas as actualizações.

Inserido na iniciativa Dar Teatro 2017 a Contacto apresenta no próximo dia 5 de FevereiroDomingo, pelas 16H00 a sua mais recente produção:

«O Cavaleiro da Triste Figura», baseado no Romance de Cavalaria "D. Quixote de La Mancha", a imortal obra de Miguel de Cervantes, foi adaptado por Teresa Leite e conta com a encenação Manuel Ramos Costa.

A história conta-se assim: na província de La Mancha (Espanha), vivia um fidalgo ingénuo e sonhador, D. Alonso de Quixada. Ávido leitor de romances de cavalaria, mistura realidade e fantasia e decide converter-se em cavaleiro andante, saindo em busca de aventura, combatendo as injustiças, protegendo os fracos e as donzelas, lutando contra gigantes. Nesta sua demanda faz-se acompanhar do seu fiel escudeiro, Sancho Pança com quem partilha os nobres ideais...

Viva o Natal. Viva o Teatro!

Sexta, 16 Dezembro 2016 13:40

No encerramento da XXIII edição do Festival de Teatro de Ovar, a Contacto estreia no próximo dia 19 de Novembro (Sábado) , pelas 21H45 a sua 63ª produção, «O Cavaleiro da Triste Figura», uma adaptação de Teresa Leite a partir da obra de Miguel de Cervantes «D. Quixote de La Mancha», com encenação de Manuel Ramos Costa.

Nesta peça contam-se as aventuras e desventuras do cavaleiro Dom Quixote de La Mancha e do seu fiel escudeiro, Sancho Pança, a quem tinha prometido dar uma ilha. 
Além disso, como qualquer outro cavaleiro, tinha em seu coração a sua amada Dulcinea del Toboso que era, na verdade, uma camponesa da sua aldeia chamada Aldonça...
Venham até ao fantástico mundo deste excêntrico e carismático personagem de todos os tempos...

Contacto estreia «Medeia»

Quarta, 05 Outubro 2016 14:24

Integrado na XXIII edição do Festival de Teatro de Ovar, a Contacto estreia no próximo dia 8 de Outubro, Sábado, pelas 21h45  a sua 61ª produção: «Medeia» de Mário Cláudio, com encenação de Manuel Ramos Costa.


Nesta versão atual do clássico de Eurípedes, Medeia é uma atriz consagrada. Representa tão bem o papel da Medeia clássica, que acaba por incorporá-la na própria personalidade. A personagem de Eurípedes parece mesmo ter sido talhada à medida da sua pessoa, de tal forma se identifica e projeta na personagem do dramaturgo clássico. E vice-versa. A mulher que protagoniza ambas as versões da história é vítima de uma paixão fulminante, que a deixa cega de ciúme, ao ver-se trocada por uma jovem, após dez anos de casamento e dois filhos. O acontecimento consegue despertar uma série de ódios recalcados, que desvia para os próprios filhos, que são também filhos de Jasão, prejudicando-os gravemente no seu desenvolvimento interpessoal, com o único objetivo de causar desgosto ao ex-amante.

Este drama, protagonizado por Aurora Gaia, tão velho quanto a humanidade e tão humano quanto eram os próprios Deuses assinala a abertura do Festovar 2016 e repete no dia seguinte às 16H00 marcando-a de forma intensa e poderosa.

<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>
Pág. 9 de 29

Calendário Actividades

<< Julho 2020 >> 
 Se  Te  Qu  Qu  Se  Sá  Do 
    1  2  3  4  5
  6  7  8  9101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Topo
Please update your Flash Player to view content.